terça-feira, 18 de abril de 2006

Leituras


Tenho na minha mesa de cabeceira há meses (!) Um Espião Perfeito de John Le Carré mas, vá-se lá saber porque, não consigo pegar nele e lê-lo como deve ser. Há meses que leio duas ou três páginas e depois o abandono para só voltar a ele semanas depois. Isso nunca me aconteceu. Geralmente leio um livro do principio ao fim ( e não me lembro nunca de ter levado meses a ler qualquer livro), mesmo que não esteja a gostar muito, o que não é o caso.
Pois bem, em vez de ler Um Espião Perfeito como deve ser, fui ler - e li em 4/5 dias - Anjos e Demónios de Dan Brown. Comentário: Please!
O livro passou perto de ser algo de interessante mas ficou-se por isso mesmo. O que temos em Anjos e Demónios é a repetição da fórmula já usada em O Código da Vinci ( que, a pesar do hype negativo, eu achei um bom livro dentro de género, entertaining e capaz de prender a atenção). Em O Código da Vinci, Robert Langdon era chamado a Paris para ver um corpo nu coberto de símbolos. Em Anjos e Demónios ele é chamado a Suiça para ver um corpo nu coberto de símbolos. Depois vai para Roma onde o resto de história (leia-se corrridas desenfreadas atrás de pistas e escapes impossíveis da morte certa) desenrola-se. No primeiro livro havia uma francesa, bonita e inteligente, que o acompanhava na aventura. No segundo há uma italiana, bonita e inteligente, que o acompanha na aventura. Havia o Priorado de Sião. Agora há os Illuminati. Em Da Vinci tinhamos um albino fanático a assassinar gente.Em Anjos e Demónios há um arábe fanático a assassinar gente. A "revelação chocante" final no primeiro livro era que Jesus Cristo tinha gerado descendentes. Em Anjos e Demónios o Papa gerou um descendente (mas, atenção, não perdeu a castidade). Está bem.
Mais do mesmo. Só que desta vez Dan Brown estrapolou. Há reviravoltas a mais. Há exageros a mais. Absurdos a mais. Até o mais interessante, que é a reflexão sobre a discussão religião/ciência, torna-se a dada altura repetitiva e cansativa.
Já li, está lido. Agora vou pegar n'Um Espião Perfeito.

7 comentários:

Objectivo disse...

Dessa colecção de livros do "Público" procure ler "Se isto é um Homem" do Levy. É EXCELENTE.

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Obrigada pela sugestão. Vou procurar.

kara disse...

olá kamia. eu tb achei anjos e demónios um clone mal conseguido de codigo da Vinci. Acho que todos que leram o livro esperavam um trama se não mais aliciante, pelo menos diferente do anterior.mas neste caso valeu a lógica da produção desenfreada,acho eu. em relação a livros de cabeceira que não se consegue avançar comigo aconteceu com memorial do Convento de Saramago e Os Versículos Satanicos de Salmam Rushdie. Esses utltimos dias tenho me deliciado com Zélia Gattai e surprendi-me pela positiva.

Rosario Andrade disse...

Bom dia Kamia!
...mais um bocadinho e chagava a Cabo Verde!... mas o aviao parou antes.
Quanto ao Brown, tambem li o Codigo daVinci e achei que é um livro que se le num ápice, o enredo prende. Mas a escrita é muito básica, com o enfase todo na história e nenhum na forma. Sinceramente nao fiquei com vontade de ler um outro livro de Brown.
Se gostas do tipo de tema e aprecias escrita fantastica le o Pendulo de Faucauld, de Umberto Eco. Isso sim! Escrita rica, densa, exuberante de estilo e de saber!
Agora estou a ler o Codigo 632 do Jose Rodrigues dos Santos. Bastante interessante.
Foi o unico livro que trouxe para férias, (ja esta quase lido), assim aproveito para comprar alguns livros em castelhano.
Bjicos grandes

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Kara e Rosario, é isso mesmo, Dan Brown parece que é mais um daqueles escritores que vai se limitar a repetir ad nauseam a fórmula do seu primeiro sucesso (que não é o seu primeiro livro).O Código da Vinci não era escrita muito elaborada mas lia-se bem. Eu gostei e continuo a gostar mesmo com meio mundo a torcer o nariz.

Rosário, espero que as férias estejam a correr bem (como não, em Tenerife?!!). O Codex do José Rodrigues dos Santos também não está com muito boa fama, sabias? :)


Obrigada pela sugestão - querem todos sugerir-me leitura! :)
Hey gente, estou atentar ler o Espião Perfeito! E sim, eu fui ler Dan Brown mas também leio autores "decentes", obrigada.

Dah, estou a ser ingrata.

Bjs a todos.

Anónimo disse...

oi nana, eu já li " o codigo da vinci" " anjos e demónios" e tb "a conspiração",tds da autoria de Dan brown.nada tenho a opinar sobre a tua observação, mas é de admitir que o meu nível crítico é relativamente inferior a minha espontania e doentia paixonite pela leitura peculiar de dan e, não neguemos,ainda,que ele possui uma escrita um tanto mágica e cm um misto de descobertas e emoções inesperadas, que ñ passam despercebidas no seio do seu imcomparável dom para o suspense.tas disiludida, ou diria descontente cm a repetitiva façanha de robert langdon, então vê lá tu para José saramago " as interminência da morte" , Deus me livre e guarde( no coment) um bj do teu sobrinho bruno.

Anónimo disse...

Da-m kuzé?!!! Un teta rixu, sima lalaxu ta fla