sexta-feira, 12 de maio de 2006

Cannes 2006

*O presente texto deveria ter sido publicado na edição de ontem do jornal Horizonte. Por razões alheias á minha vontade tal não foi possível.
No próximo dia 17 vai se iniciar mais uma edição do Festival de Cannes, um dos maiores certames do mundo do cinema que tem lugar na cidade francesa de Cannes. O Festival Internacional de Cinema de Cannes é o mais prestigiado festival de cinema do mundo, constituindo-se não meramente numa competição de filmes mas também numa mostra e mercado de cinema.
O Festival de Cannes é constituído por três secções: a Selecção Oficial, a Semana da Crítica e a Quinzena dos Directores. A Selecção Oficial incluiu as longas-metragens em competição, longas-metragens fora de competição, curtas-metragens em competição, e ainda Un Certain Regard (Um Certo Olhar, que dá espaço a filmes de várias proveniências) e Cine – Fundação. Incluiu-se também na Selecção Oficial o Cannes Classics, onde são passados documentários sobre cinema.

Os prémios atribuídos em Cannes são na sua maioria para as longas-metragens em competição: Palma de Ouro para o melhor filme, Grande Prémio para o filme mais original e com maior espírito de pesquisa, Prémio de Interpretação Feminina, Prémio de Interpretação Masculina, Prémio do Júri (que faz as suas escolhas pessoais). Existem também a Palma de Ouro para melhor curta-metragem e o Prémio do Júri para curta-metragem e por fim a Câmara de Ouro para o melhor primeiro filme de todas as secções.
Os Estados Unidos é o país que até hoje venceu o maior número de prémios (18), seguido pela Itália (12), França (9), Reino Unido (8), Japão e Dinamarca (4 cada).

A edição deste ano decorre de 17 a 28 de Maio e a abertura será com o muito aguardado e já polémico O Código da Vinci (de Ron Howard, com Tom Hanks e Audrey Tatou), fora de competição. Em competição estarão obras de cineastas de várias proveniências onde sobressaem os nomes de Pedro Almodovar (com Volver), Sofia Coppola (com Marie Antoinette), Guillermo del Toro (El Laberinto del Fauno), Alejandro González Iñarritu (Babel), Nanni Moretti (Il Caimano) e o português Pedro Costa (com Juventude em Marcha).
A secção Un Certain Regard abre com o filme Paris, Je T’Aime, uma colectânea de pequenos filmes realizados por diversos realizadores, que mostra o seu olhar sobre Paris. Fecha com Gwai Wik (Re-cycle) dos irmãos chineses Oxide e Danny Pang.
No Cannes Classics passam, entre outros, os documentários Marcello Una Vita Dolce (de Mario Canele e Annarosa Morri) e Requiem for Billy The Kid (de Anne Feinsilber).
O júri deste ano inclui os nomes dos chineses Wong Kar Wai (realizador) e Zhang Ziyi (actriz), da italiana Monica Bellucci (actriz), do americano Samuel L. Jackson (actor) e do inglês Tim Roth (realizador/actor), entre outros.

O festival incluiu ainda, como já vem sendo hábito, um Atelier de Cinema que inclui personalidades do mundo do cinema das mais variadas proveniências (como Haiti, Chile, Índia, Israel, Africa do Sul e Croácia).
Durante uma semana terá também lugar a rubrica Tous Les Cinemas du Monde. O objectivo deste painel é mostrar a diversidade cultural do cinema do mundo. Este ano sete novos países são incluídos, entre os quais a Tunísia, Suiça, Singapura e Venezuela.
Paralelamente ao festival, ocorre o Mercado de Cinema com produtores, distribuidoras, agentes internacionais de mais de 80 países, onde se efectuam compras e firmam-se acordos de co-produção.

Os representantes do Festival de Cannes defendem que esse continua fiel aos seus princípios e filosofias: privilegiar o cinema de autor, procurar por “novas vozes” de diferentes culturas, incentivar a qualidade na realização e a pratica do cinema como arte.
No entanto várias são as vozes que se erguem para criticar o festival que acusam de cada vez mais ceder ao domínio americano. Outros ainda criticam o carácter competitivo e a industrialização do Cinema.
Esta 59ª edição de Cannes apresentará 55 filmes representando 30 países. Em competição estarão 20 filmes de 13 países. Os prémios serão anunciados na cerimónia de encerramento no domingo, 28 de Maio.

2 comentários:

Antonio Garcia Barreto disse...

Isto é o que se chama uma informação com pés e cabeça! Parabéns!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.