sexta-feira, 12 de maio de 2006

Gosto Também De...(16)

Das músicas (di)Trás di Son. Para já, esta é a que mais me toca.


UN BATUKU XATIADU SI
Música: Djinho Barbosa Letra: Princesito
Arranjos: Djinho Barbosa, Princesito,Paulino Vieira, Kizó e Raul “Houss”
Tema pa Santiago


ka por si
ki mi n´naci negru
n´fazedu scrabu
n´ganadu marmi
goci djan ganha...

fica screbedu
na céu di mundu
ma nós ê más forti
ki pedra diamanti
nton nu ta limia

16 comentários:

Anónimo disse...

Kamia, já pensaste em escrever kriolu ALUPEC? É fácil aprender. Apenas uma sugestão. Bom fim de semana.

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Anónimo, já pensei sim. Obrigada pela sugestão.
Não sei se foi esse o motivo da sugestão mas, fica o esclarecimento de que a letra da música aqui publicada está tal e qual na fonte onde a recolhi.Não sei se eles usaram kriolu ALUPEC ou simplesmente o kriolu dos seus corações que é aquele que todos nós, comuns cidadãos, que ainda não foram iluminados pelo ALUPEC usam.

Anónimo disse...

sim bu tem razon, criolo qu´ é criolo ta bem di nus coraçon. e kem ta ama cabo verdi di verdade nunca ta eskeci criolo, pôde ca ta papia nu dia a dia ma o criolo ta fica no coraçon pamodi é nôs lingua matrena e pamodi cabo verdi é um país que ca ta sai di nôs vida. E mi ta ama cabo verde como tudo e.... enfim muitas outras coisas dir-se-iam , o que importa é o que nós gostamos e a sociedade que se lixe ... beijocas do bruno

SEN KURASON disse...

Kamia,não há um crioulo do coração e um crioulo doutras concavidades, porventura menos excitantes. Não há nada mais totalitário do que uma língua. Como dizia o Filósofo alemão Hans Georg Gadamer,autor desse celebrado Warheit und method, não somos nós que falamos a língua, mas a língua é quem nos fala. A adopção de regras para a escrita, por quem estudou e investigou, não se compadece com as bocas de quem não possui autoridade,científica,entenda-se, na matéria. Não podemos substituir a ciência pela opinião. Discutamos, sim, opiniões científicas, porque é do confronto das diferentes propostas qu podemos chegar à melhor solução; tudo isso, porém, implica trabalho e competência que poucos possuem.

TRANSKRISON PA ALUPEC

ka pur si
ki mi N nanse negru
N fasedu skrabu
N nganadu marmi
gosi dja N ganha

fika skrebedu
na séu di mundu
ma nós é más forti
ki pedra diamanti
nton nu limia

OBS: como alguns notarão, a letra original é uma mistura do alupec e de qualquer coisa que não sei bem o que é - como é que nos entenderemos, por escrito, se não houver um sistema de escrita uniformizada?

Não utilizei o sistema de acentuação do alupec porque o considero uma ingruência dentro do sistema, na medida em que todo o sistema alupec opta, e bem pela simplificação, ao passo que na acentuação complica aç maximizar em vez de minimizar, como é tendência natural nas línguas.

SEN KURASON disse...

Errata - onde se «ingruência» deve ler-se «incongruência»

djinho barbosa disse...

Como dono da obra, um comentário...
A Kamia, disse que a música lhe toca. Porque é que não ouvem a música e comentem da mesma forma...
não entendo como é que a motivação dela tem a ver com a "ciência do criolo"...
deixo meu endereço caso quiserem contribuir
djinhobarbosa@gmail.com

PS: Começo a achar esta coisa do anónimo chata. Se temos tantos experts em criolo, sugiro darem a cara...

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Anónimo/sen kurason, obrigada pelo teu contributo. Sugiro que mandes a correcção aos autores da música Djinho e Princesito.
Porque surgiu o Alupec? Quantas pessoas em Cabo Verde escrevem o crioulo Alupec? Meu amigo, como já disse, nem todos nós tivemos ainda o privilégio de aprender a escrever o crioulo.Todos nós nascemos e aprendemos a falar crioulo mas nunca ninguem nos ensinou a escrevê-lo e mesmo que alguem quisesse faze-lo não teria suportes gramaticais/oficiais para fazê-lo. Por isso todos nós fomos escrevendo o crioulo cada um á sua maneira (esse que digo ser o crioulo dos nossos corações). Agora, que a oficialização está em foco, começa-se finalmente a levar isso em conta, e o ensino da escrita do crioulo começa a desenhar-se.
Por isso, você vai ter que consolar-se e ter paciência. Esperar até que todos nós cheguemos aos seus calcanhares de autoridade que estudou e tem competência na matéria.Meu amigo, parece que estamos no seu território. Você estudou e é um entendido na matéria (parabéns). Mas não precisava vir aqui e arrogantemente criticar a letra da musica do Princesito (aliás,a critica foi endereçada a mim, claro!).No entanto, não deixa de ser engraçado, que você tenha a liberdade de ignorar o sistema Alupec (ao não usar os acentos)mas no entanto arremete-se contra outros que violam estas regras sem sequer ter conhecimento delas.
Só mais dois reparos:
* eu nunca me auto-elegi autoriadade em matéria de crioulo (era o que faltava!)e também não sou anti-Alupec, nem posso ser porque ainda não tenho conhecimento total do mesmo.
* Do meu coração sei eu. Tenho sim o crioulo no meu coração e tchau.Ah,e estou a pensar mandá-lo para outras concavidades.Deixa ver, pancreas, talvez. Excitante o suficiente?

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Okay, esta parte final foi uma brincadeirinha parva. :)

Obrigado pela presença, Djinho.
E estás certo,como é que alguem tão sábio e disposto a nos pôr caminho certo - mesmo que de maneira um pouco arrogante e impaciente - tem problemas em assumir quem é?

Sen kurason disse...

Faktu 2: N ka ignora AlUPEC; komu algén ki ten bokadinhu di konisimentu di matéria, parse-m ma kolokason di asentu nalguns palavra ten un «perforvatividadi» ton baxu ki ta parse-m m´e ta traze apenas konplikason, más N ka sta suguru di nha razon. Izenplu: alupec ta prupoi ki «florésta» «éra» «sénpri» skrebedu tudu ku asentu. Ta parse-m m´e só konlpikason. Más, N fla más un bes, pode ser ki N ka ten razon;

faktu 3: Dja ten material razuavel pa kenha ki kre da prumeru pasu na Alupec: Gramática di kriolu, di Manuel Veiga; O caboverdeano em 45 lições, di mesmu autor; Léxico crioulo, di Napoleão Fernandes; Dicionário Português/Krilu di Nicolas Quint; Gramática di Kriolu di Jurgen Lang; Y ten más kusa ki N ka kre inumera gosi;

Kuantu a ser aroganti - ki dia ki iginoranti ka atxa ma konhisimentu é ka arogansia? Studa y bu prende, o bu ba mete ku algen di bu tamanhu. N foi sufisientimenti aroganti?
Fika dretu

sen kurason disse...

ERRATA: Onde se lê «perforvatividadi» deve ler «performatividadi»

Onde se lê «kolpikason» deve ler-se «konplikason»

Onde se lê «krilu» deve ler-se «kriolu»

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Criatura sen kurason, n'paga kel primeru kumentario di hoji pamodi sempri n'fla ma n'ka ta adimitiba isulto na nha blog, nem pa mi nem pa ninguem.N'ca podi abri excepção se não kusas podi toma um rumu pocu digno. Foi só por isso.El ka afetam nada, nada.
Quantu a restu...uahhhhhhhhhh! (isso foi um longo bocejo de aborrecimento). Desculpa a falta de educação mas já me cansas. Vou ali para os outros posts responder aos meus leitores que têm um nome e não têm medo de usá-lo, tá?
Kisses**

Ps: podias, por favor, ser um fofo e corrigir o meu crioulo lá em cima, please?Thanks.

djinho barbosa disse...

Oh Sem Kurason, dan bu endereço pa nmandau um son...
di zimola ka bu coriji nha criolo. sima kel post di Kamia inda ê musica i assunto ê um oferta ki nkre fazeu...hasta más!

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Djinhu, desculpam mas n´tevi ki paga resposta ki sen kurason dau.N'ca sabi si bu tchiga di lê, mas el ca dexa endereço di mail.

Sen kurason, ami é ka deputada e nha blog e ka parlamentu. Disculpam sin tevi ki paga kumentariu interu ma ka tem manera di pagaba so kel parti di insulto.
Si bu kiser dialoga ku djinho li na nha caixa di kumentariu bu sta á vontadi (embora mi nta sugiriu e-mail)mas dja bu sabi...si na meio bu manda insultu...
n sabi ma keli ka sta bem dexau sabi mas blog é di meu e na kel detalhe di insultu ka tem democracia, na keli é ditadura mesmu.
Bu tem dos opção: ou bu ta xinta frenti di um computador bu ta rapara hora ki nca sta on line pa bu cobam (claru ki dipos nta pagal) ou bu ta cria um blog anti-kamia, especialmenti pa insultam. Na ta cria um blog bu ca mesti poi bu nomi por isso bu ka ta cori riscu di ninguem sabi kem ki é bo.alá go ki bu ta ser livri di mandam boca á vontadi, sem corri risku di ninguem pagau bus post. Boa ideia, bu ka atcha?

Boa sorte!

SEN KURASON disse...

Kamia, un bordoada rixu é ka insultu, más é bon ki bu paga nhas kumentáriu, pamodi tudu algén dja fika ta sabe ma bo é ton balenti ki bu ta paga kumentáriu ki ta kaska-bu na kosta (Eh pá N diskuida N dexa skapa un insultu - nha purdua-m dona, ka nha paga-m di futugrafia sima stalini ta faseba ku si rapasis!!!), más bu ka ta rizisti a kumenta kumentáriu ki, pa efeitu di diálugu, ka izisti. Ka bu tenta faze-m bu inimigu, ki mi nhas inimigu N ta skodje, y normalmenti es é só tamanhu.

Bo é di tal fibra, ki bu ta purgunta djinhu si el odja kumentáriu, más bu ( o N debe trata-bu pa nha?) ka ta fla ma kumentáriu era ilujiozu.

N tene un finason sabe ki N fase pa bo, más bu ta odja-l na otu kabu.

Anónimo disse...

Adenda pa kumentáriu antirior: bo go bu sta dilira propi; bu ta da bu kabesa tal inportansia ti ki bu sta sunha ma ma algén ta perde si tenpu na chat pa koba-bu, o ti kria un blogi anti-kamia.

Si n insurjidu li na bu kaxa di kumentáriu, é pa iginuransia ku mintira ka pasa pa verdadi y sabedoria.
N ka ta fla-bu kenha ke mi, pa nu pode fika na puru planu di troka(?) di ideias. Po te ser ki mi é bu xefi - é só un pista ki N sta da-bu

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Okay, djam tcheka tudu.keli podi fica.
Podi continua.( mas cuidado pamodi djan nota bu sta fica nervoso,té criolo sta sai mas descuidado, ca bu stressa bro.ami sta lebal na discontra e até como um certo divirtimentu).
1. npensaba ma bu ta torna respondeba Djinho, sem introduzi um insulto pa mi, mas em bes disso bu prifiri dirigi pa mi.
2.N´ca cre concheu, nem sabi bu nomi. N´tinha curiosidade mas,djel passa.Ca tudu tipo de alguem ki ta interessam conxi.
3.Bo é ca nha chefi.Nem ninguem proximu del.(risos) Amei a tentativa de intimidação.Boy, you are naughty.:)

Ansiosa por ouvir o tal finason. E fico contente por ver que tens mais coisas para fazer na vida, além de comentar no meu blog.

Kisses*