quarta-feira, 21 de junho de 2006

Jaguares e ...gatas.

Até agora, a operação Steadfast Jaguar 2006 da NATO está a ser um sucesso. Tirando o episódio infeliz do caçu bodi, em São Vicente, os contactos com a população local estão a correr bem. O grosso das tropas está estacionado nas ilhas de Santo Antão, São Vicente e Fogo. Em Santiago, funciona a sede administrativa.
Desde que se soube dos exercicíos da NATO em Cabo Verde, que têm circulado nas conversas de ocasião comentários mais ou menos brincalhões, a fazer piadas sobre o interesse das meninas nos soldados.Pois bem, parece que, pelo menos em Santo Antão, as coisas começam a tomar rumos preocupantes.
Notícias dão conta de que as jovens de Ponta do Sol têm mantido os jaguares debaixo de forte assédio, de tal modo que chegam a perturbar o curso dos exercícios. Inclusive, algumas das gatas rivais, já andaram a unhar-se na disputa pelos bravos rapazes.
A continuar assim, confirmar-se-á o vaticínio do outro: daqui a nove meses teremos um baby boom em Cabo Verde.

1 comentário:

Pura eu disse...

Pelo andar da carruagem,os jaguares terão de testar a sua força de reacção rápida, a todos os níveis. Demonstrar, contra tudo e todos, a sua capacidade de resistência. Ócios do ofício :)