quarta-feira, 20 de setembro de 2006

Praia Maria

Todos que lêm este blog há algum tempo sabem que ele é um autêntico muro das lamentações onde, entre outras coisas, desabafo sobre os desgostos que esta nossa cidade da Praia vai me dando.Sim, todos nós, por mais que amamos Praia - e talvez por isso mesmo - volta e meia desabafamos o nosso desgosto pelas coisas que (não) se passam nesta cidade, atribuindo culpas a uns e outros. Por estes dias então... parece que Praia tem vivido as suas horas mais negras (cortes de energia, inundação das vias públicas, paludismo...) e tem chovido comentários negativos a cerca da nossa capital.
Confesso-vos que estou triste. Não que não reconheça verdade nas queixas, mas dói ver a nossa cidade nesta situação e dói ver todos a calcar as feridas. É aquela coisa: tu até falas mal, mas ver outros a falar mal, mexe contigo. Pior ainda se for gente de fora. Por mais razão que tenham, não queres ouvir gente de fora falar mal da tua Cidade. É como se criticasses o teu namorado. Tu podes mandar umas bocas, porque é teu. Agora, vir gente de fora apontar-te os seus defeitos...
Para mimar um pouco a nossa cidade capital - que tem os seus dark sides mas que é também uma bela cidade - deixo aqui a minha homenagem. Em tempo de escolher as novas sete maravilhas do mundo, eu aqui deixo, em jeito de homenagem à nossa Praia Maria, aquelas que eu considero serem as suas sete maravilhas:
AS SETE MARAVILHAS DE PRAIA

Farol e Seminário
Vista da Avenida Marginal
Mercado da Praia (interior)
Edifício da Assembleia Nacional
Palácio da Cultura (maravilha subaproveitada)
Praia da Gambôa (não para banhos)
Djeu ( em vias de "extinção")
E ainda há outras maravilhas escondidas por aí...

10 comentários:

Anónimo disse...

Kamia, acho que querias dizer "MURO de lamentações" e não "MURRO de lamentações".
ENFIM ... concordo com tudo o que disseste. Sinceramente q isto não é bairrismo, mas o que me chateia mais são os sampadjudus (leia-se people de SV) se deliciarem com as agruras da NOSSA Praia, sendo no entanto eles também culpados do que se passa na cidade. Aliás, quanto a mim, eles só fazem cuspir no prato que comem e desdenhar aqueles que lhes acolhem de braços abertos. Aliás, como alguém já disse, existe de facto um forte lobby contra a NOSSA cidade ... em todos os níveis de decisão ... parece que todos torcem para que na Praia só aconteçam coisas mais, esuqecendo-se do IMENSO contributo que a ilha e as suas gentes deram para o país. É TRISTE!!

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Obrigada pela chamada de atenção, já corrigi o erro.
Agora,infelizmente há pessoas que realmente se "deliciam" com a má situação de Praia, umas porque não gostam daqui outras porque não "gostam" de quem está com a responsabilidade da cidade nas mãos e querem que estes se dêm mal.E não são só pessoas de outras ilhas, nem especificamente de São Vicente.
É sim verdade que há pessoas d São Vicente que, por bairrismo exarcebado ou por achar que a sua ilha merecia mais, acabam por desenvolver esta raiva" de Praia e querem mais que a cidade se afunde.Mas também conheço algumas pessoas de São Vicente que gostam desta cidade, sentem-se bem a viver aqui e não passam o tempo todo queixando-se de Praia nem pintando São Vicente de ouro.
Bem, este assunto daria para uma longa conversa. Temos que parar para pensar que para algumas pessoas deve ser frustrante ver que a descentralização está a contecer muito lentamente e cidades e ilhas com potencial continuam marginalizadas. Por outro lado, outros devem se conformar e aceitar que uma cidade capital merecerá sempre um tratamento diferenciado, deixar os complexos de inferioridade de lado, respeitar as diferanças que marcam o povo de diferentes ilhas. Mas no fundo temos todos que pensar antes como cabo-verdeanos e só depois como filhos de cada ilha.
Nenhum cabo-verdeano que ame de verdade o seu país pode ficar feliz de ver Praia nesta situação. Se há quem fique, seja por que razão for,essa pessoa tem problemas.

Anónimo disse...

Kamia, gostei dessa de os sao-vicentinos "pintarem" SV de ouro. Realmente é verdade, eles têm essa mania, a tal ponto que acabam por cair no ridículo váriadíssimas vezes. Mas talvez nós que somos da Praia devêssemos exigir mais repeito para com a nossa cidade e não deixar, por exemplo, que "bocas" maldosas passassem sem resposta. A verdade verdadinha é que, ao contrário do que acontece em SV e em outras ilhas, uma grande parte da população da Praia não é da cidade, não nasceu na cidade e, por isso, não tem AMOR à cidade, não tem apego à cidade. E por isso não a estima como seria desejável. Essa história de quererem dizer que a Praia é suja pq os santiaguenses são porcos não cola porque eu lembro-me muito bem do tempo em que quem vivia na Praia era maioritáriamente da cidade ou da ilha de Santiago e a cidade era um brinco, era limpa, era bonita, dava gosto de ver. A partir do momento que pessoas de outras ilhas e outras paragens passaram a residir aqui na Praia, "entupindo" a cidade e fazendo-a arrebentar pelas costuras a situação mudou completamente de figura!!

Badia bonita disse...

outras maravilhas da cidade da Praia são: o "miradouro" do Diogo Gomes (Muito nice !), a prainha (amo), a rua da bataria (rua dos correios), o largo do ténis (ai pantchol), pracinha scola grandi, entre muitas outras.

Kiso Oliveira disse...

Primera kosa: Nha passaporte ta dze NACIONALIDADE CABOVERDEANA!! portanto... onde kun bai na cabo verde n tem EXATAMENTE mesmos direitos k kualker um ot k nasce na ilha k for!! isso nao interessa! mi e cabo verdeano i cabo verde e konstituido pa 10 ilha!! se n ta vive na Praia n tem tonte direito de da nha opiniao sobre onde kun ta komo ot kualker! Ot kosa: na poretugal (Damaia por exemplo... ou bairro dos hungaros na Alges) maior parte de populacao cabo verdeana e ktem la e santiaguenses ou na Boston (brockton) maior parte de pessoal de fogo... mas kuando ta kontce um kosa es kata referi komo sendo Badiu ou de Fogo... simplismente ta dzid CABOVERDEANO fez isso ou akilo!!! portanto pessoal es kosa de dze ma gente d soncent ta pinta soncent d'oro i kre denegri imagem de praia e um sentimento mais do k ULTRAPASSOD!!!! No tem k kai na realidade ma Praia ta Kabod na nada i no tem k aceita k e preciso muda consciencia dess povo pa oia ses ta obriga es politikos a faze ses traboi!!!
i pa termina: n ta vive na praia n ta VOTA na praia pa eleicoes de camara!! poranto N TEM UM VOZ A DZE SIM!!!
obrigado!

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Por vezes acontece que avanço para outros posts e esqueço-me das discussões iniciadas nos anteriores.
Hoje espreitei aqui e encontrei três comentários novos.
Anónimo (lá estou eu a falar com anónimos):por favor, não tente deturpar o sentido das minhas palavras, isolando essa ou aquela expressão.
Eu não sou adepta da generalização, assim como sei que nem todo o praiense suja a cidade sei que nem todo o sãovicentino é como vc o pinta.Parece-me que vc ao revoltar-se contra o "anti-praismo" (ui)desses que refere está a cair no mesmo erro.
Penso que o primeiro passo para salvar esta cidade é admitir que ela tem graves problemas.
Discordo muitissimo de si quando refere que pessoas que não nasceram aqui não amam a cidade. Praia como qualquer capital mundial é formada por gente de todas as proviniencias. Todos somos praienses, nascidos aqui ou não. Quantos dos seus habitantes actuais nasceram aqui? Eu não nasci aqui. Mas nem por isso deixo de querer a esta terra como se aqui tivesse nascido. Tenho a certeza de que há muita gente que aqui nasceu e que não dá mais valor a este chão do que eu dou.
Não sei de como era Praia antes. Eu sempre a conheci - mais ou menos - suja.Tenho pena de não a ter conhecido nessa época que refere.Mas não se pode deitar todas as culpas ás pessoas e cair num xenofobismo caseiro acusando os de fora de estragar a cidade. Se a cidade cresceu deveriam ter crescido também as respostas aos problemas de saneamento,de habitação, de educação e civismo,etc.

Badia, parece-me que comprendeste que as maravilhas que apontei mais do que a modelos de beleza e perfeição correspondem aos afetos que os lugares nos despertam :)

Kisó, calma, ás vezes adrenalina de da um resposta infrontod ta fazeb tropeça um bocod na construção de text e um pessoa ta fca sem sabe dret du ké bo ta falá, porquê e pa kem.
Mas, adiante.Partindo do principio que reages ao meu texto, devo dizer que em momento algum referi que quem não é praiense não tem direito a opinar sobre a cidade.Referi sim, que por vezes entristece-me o tom das criticas á situação da cidade e mais ainda se partirem de pessoas que não são de cá (sem especificar nenhuma ilha ou país).Embora reconhecendo que têm razão de ser, fiz uma comparação que penso que clarifica o que eu queria dizer (aquela do namorado).
Infelizmente,para ALGUMAS pessoas, pintar São Vicente de ouro e denegrir Praia não´está nada ultrapassado. Isto posso afirmar com conhecimento de causa, pois várias vezes o tenho ouvido. A ti e a muitos outros sãovicentinos que eu tenho a certeza que não fazem parte deste grupo só tenho a louvar o discernimento.
Bo tem voz sim e niguem ka kre trau el. Por isso relaxa e ka mesti nem grita (caps lock na escrita virtual significa grito)pamódi bu voz pelu menus li na So Pa Fla ta obidu.

kiso disse...

Kamia... n sabe dritin u k k caps lock kre dze. i foi precisamente pa isso: txa atencao!(nem sempre a pa grita.. outra koisa net etiquete de 1996 txeu gente ka konxel). i kond n ta responde n kata estod somente ta reagi a BO texto.. n ta estod sim ta referi a tud o k postod li na comments de akordo kom o k bo eskreve. Pami ess tipo de diskussao la e simplismente dispensavel pa kes razoes kun aponta.. n kata entra em diskussoes de regioes! E simplismente um dialogo de surdos/mudos... i relativamente a nha konstrucao textual: kual k problema? e nha kriol? se for n ta fka ta eskreve em portugues.. (embora n kata gosta..)

kiso disse...

Ah.... ! lembrei-me de outra coisa: conheces a associacao pro-praia? Pois.. ha dias tive a maior desilusao com os cabecilhas da dita associacao!

Eu que vivo e trabalho na praia ha 13 anos e 2 meses, que sempre dei meu contributo, na medida do possivel, para esta cidade e esta ilha, em varias frentes, que abracei a cultura desta ilha e fiz dela minha tambem.. tive o des-prazer de ouvir da parte da Sra. dessa associacao de que "o colonialismo tem que acabar!!!!" fiquei perplexo!!! Pensei: quando quem esta a frente de uma associacao em prol duma cidade age daquela forma o que havemos de esperar dessa associacao???.. ainda ouvi muiutas mais coisas que nao valem a pena comentar...

Pois..... fique bem.

(espero que desta vez "nha afronta na da um comentario ka fazem tropeca na construcao de nha texto".. mas e' engracado como consegues "saber" o estado de espirito de cada pessoa (neste caso da minha pessoa) na hora que faco um post, simplismente pelo resultado escrito...ka bo txa internet i esse munde virtual tma konta d bo...)..obrigado

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Bu sta odja kusé ki nsta flau...sim, pk das duas umas: o bu ka ta lem ku kalma pa bu percebi bem kusé ki nsta flau o intom bu sta di " má vontadi" ku mi e kulker kusa kim flau ta parceu um ofensa, um ataki ou sei lá o k.
kandu n'menciona bu construson di textu n'ca sta refiriba a lingua usadu (n'ta percebi bu kriolu perfeitamente), n'sta refiriba a ordenação di ideias, a manera komu bu ta expos ki nem sempre ta resulta mutu compreensivel. Por exemplu, bu menciona pro-Praia e afirmação de um senhora ki ta trabadja la. N'fica sem percebi qual era ideia. Kusé ki kelá tinha a ver ku asuntu? Será ki bu ka omiti nehum parti di mensagem ki bu kria passaba?
De restu parcem ma afinal bo ka e tão avesso a kel tema di discuson pk afinal aleu li na tres kumentariu ta bai."kond n ta responde n kata estod somente ta reagi a BO texto.. n ta estod sim ta referi a tud o k postod li na comments de akordo kom o k bo eskreve." Si ka ta interessaba bo ka era mas logiku bu fika sem fla nada?
Ami nta pensa ma e importante discuti regioes sim. Não na kel logika infantil "nha cidadi e midjor ki di bo" mas notus nuances. Ami por exemplu nta defendi descentralizason ku unhas e denti e nta atxaba interessanti ki surgisse um movimentu di preson nes sentidu. Mas si tudu algen kumesa ta conota descentralisason e regionalismu ku bairrismo,nada feito.
Realmente bo tem razão.Nca podi assumi bu estado di espiritu pa kel ki bu ta screbi. Ma bu cre sabi um kusa? Ami tem algen ki ta pensa ma djes conxem e ma djes sabi mo ke nha vida so pa kel kim ta screbi . Pior: es ta tra concluson e es ta passa palavra adianti pa otus (ki ka sabi pensa pa ses cabesa) també fica ku kel mesmu ideia di mi ki es.
No entanto, na tenta conduzim pa bom caminhu e aconselham a ka tra concluson sobre bu stadu di spritu dja bu cai na mesmu erru: presumi ma internet e mundi virtual sta toma conta di mi...Kisó, bu ka sta convencidu ma bu conxem, né? Claro ki nau. Mi nca conxeu dretu ma bu parcem suficientementi inteligenti pa ka cai na kel erru la.

Kiso disse...

Kamia... realmente n ka konxeb.. i kond n dze ma ka txa internet/mundo virtual tma konta de bo.. n tava ta referi akilo k bo dze sobre letras maiuskulas/eskrita virtual etc etc... so isso. ou seja.. tem pessoas e kta leva es kosa mesmo a serio! es ta dze bo ta xateod!! so porke bo koloka um ponto exklamacao na fim d frase ou usa UM LETRA MAS GRANDE etc etc... ou seja.. es ta vra eskravo de VIRTUALIDADES! so isso.. ka nha pretensao dze kun ta konxdeb ou faze d konta kun konxeb,...longe d mim. n ka konxeb nada nada prop!

ma voltando a nha forma d posta i a nhas reacao.. n analise um frase k bo eskreve:

"É aquela coisa: tu até falas mal, mas ver outros a falar mal, mexe contigo. Pior ainda se for gente de fora. Por mais razão que tenham, não queres ouvir gente de fora falar mal da tua Cidade. É como se criticasses o teu namorado. Tu podes mandar umas bocas, porque é teu. Agora, vir gente de fora apontar-te os seus defeitos..."

"GENTE DE FORA"----> kel senhora de pro-praia txmam de colonialista!

da pa intende agora?
se klhar era boa ideia bo torna le nha post anterior...