domingo, 4 de junho de 2006

Irremediavelmente Franca, pois então.

Constou-me que poderá haver gente disiludida com este blog/comigo devido ao teor do post anterior. E esta, hein?
Pensei um pouco no assunto e cheguei a algumas conclusões:
1. Que, por mais que eu goste que as pessoas visitem o SoPaFla e - não vou fingir que não - goste que ela apreciem o que aqui vou postando, o SoPaFla continuará a ser escrito em primeiro lugar para mim mesma, como tem sido desde o primeiro dia que o criei . Não é pelo facto de estar consciente de que há muita gente a visitar este espaço, e de que já não sou tão "anónima" como quando comecei (isto é, uma parte das pessoas que lêm este blog já me conhece) que me vou auto-censurar para não defraudar expectativas que se possam criar.
Quem não gostar do blog em geral, ou de um post em particular, pode manifestá-lo na caixa de comentários e/ou limitar-se a não lê-lo mais. Garanto que há muitos blogs por aí sérios, cultos, bem comportados e doces e de gente com gosto refinado, que não dedicará um post a declarar que gosta de dançar Zouk.
2. Que não mudarei o estilo dos meus posts para adaptá-lo ao gosto de quem visita este estaminé. Este blog é, entre outras coisas, sobre os MEUS gostos e felizmente tenho gostos ecléticos e não tenho vergonha de assumi-los: tanto aprecio um Kubrik (ah! ontem vi numa revista uma senhora que parecia mesmo o Alex de Laranja Mecânica!) como me rio com os irmãos Farrely (vi há dias Agarrado a Ti, hilário!); diverti-me com o Código da Vinci (Dan Brown) e estou sempre com vontade de re-ler As Horas (Michael Cunnigham) ou Chuva Braba (Manuel Lopes); todos os que já lêm este blog há algum tempo sabem do meu gosto por Jazz, pelas músicas de Lura, Tcheka, Cise, Nancy Vieira, Ildo Lobo mas, na minha alma cabe também o bom zouk, hip hop, rock e tantos outros.
3. Que não compreendo que alguem possa julgar um blog de 2 anos e meio por um único post assim como me arrepia que alguem julgue conhecer toda a personalidade de uma pessoa por um único gosto ou opinião que ela manifeste e mesmo, que alguem julgue que um blog é a "cara chapada" da pessoa que o escreve. O que vem sendo postado neste blog desde Janeiro de 2004 (por favor, vide Djam Flá Dja lá em baixo à esquerda) é uma pequena parcela daquilo que eu sou e a esta pequena parcela chamo de Kamia. Eu, Chissana, sou um pouco mais do que apenas o SoPaFla, sou mais do que apenas a Kamia.
Há já muito tempo que tenho uma impressão, uma espécie de teoria, de que me lembrei agora: parece-me que a maioria de nós (humanos) temos a mania de querer que toda gente seja igual a nós, faça as mesmas coisas que nós, tenha as mesmas opiniões e principalmente que tenha os mesmos gostos que nós. Isso porque lá no fundo pensamos (quase) todos, que os nossos gostos é que são os melhores, nós é que estamos certos e temos razão...ou então é apenas por querermos nos sentir ajustados, não sei. É uma ideia que tenho, posso estar errada. Afinal, não sou psicóloga.
Se esta passagem do samba de Caymmi fosse levada ao pé da letra, ilustraria bem aquilo que estou a tentar dizer. E eu até gosto de samba :)

6 comentários:

Mr.X. disse...

Poracaso djan visita bu blog uns dos vezes e djan odja ma abo é um pessoa ki ta vive na bu mundo.

Bu ka tem nenhum senso de realidade. É claro ki tudo alguem podi tem si opinion mas tudo dento ruspeto.

Abo como um jornalista devi sabi ma bu tem ki da alguem kel ke di ses pes podi dabu kel ke di bo.
Toma kuidado ku screbi asnera pamodi Cabo Verde ka um pais grande nau. Nos tudo conche cumpanhero.

Consedjo di amigo.
Mr.X.

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

mr. X ami é ka jornalista.
Sim, djam "avisado" ma n ka debi screbi tudu nha opinion pamodi Cabo Verde ka grandi e nos tudu conchi cumpanheru e blá blá blá...mas n ta continua na el.Ami é teimosa propi, ca si?
Si bo bu podi screbi asnera, pamodi ki mi nau?

Obrigadu na mesma pa bu opinion.

Silvino Évora disse...

ehehehehehehehehehehe. Dja fazem lembra um tempo que palavra BUÉ foi reconhecido e publicado na Dicionário de Língua Portuguesa. Ainda munti alguém ca sabia pamódi palavra inda entraba fresquinha (oficialmente, já qui era muito usado na dia-a-dia)na Língua Portuguesa. António Guterres, qui era 1º Ministro de Portugal, num debate parlamentar dexa scapa um BUÉ. Na verdade é largal de Propósito. Mas, Paulo Portas qui ca sabia si quel palavra já era reconhecido oficialmente, fica mesmo zangado, pamódi mé falta de respeito usa calão dento de Assembléia da República. Módi qui Guetrres respondél? Módi? "O PAULO PORTAS ACHA QUE É SÓ ELE TEM DIREITO DE DIZER BANALIDADES". hehehehehehehe

No entanto, é triste a situação da liberdade de expressão em Cabo Verde. Não se pode falar porque senão estás "lixado". Bom, EU TAMBÉM TENHO DIREITO DE DIZER ALGUMAS BANALIDADES.

Anónimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

I find some information here.