quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

O Mundo é Estranho



De vez em quando aparece em algum blog da bloguesfera crioula um tipo de post que me intriga: um post a negar tristeza. O blogueiro da ocasião escreve o post em resposta a algum comentário que lhe fizeram (no blog ou por mail) a garantir que não, não está triste.


Ele/a pode realmente não estar triste mas isto é algo de que me dei conta há muito: algumas pessoas têm mesmo relutância em assumir a tristeza. Como se fosse um sentimento torpe e indigno do ser humano. Como se fosse algo de que nos devessemos envergonhar.

Lembrei-me agora de uma vez em que encontrei um amigo visivelmente abatido e perguntei-lhe porque estava triste. Respondeu-me vivamente: Eu não estou triste! Eu não sou pessoa de estar triste! Estou só um pouco cansado e a pensar numas coisas...

E o mais estranho é que este meu amigo não sente o mesmo pudor quando admite, entre um arroto e outro, que está perdido de bêbado. Ou seja, estar bêbado é mais digno do que estar triste.


Este mundo é tão estranho que agora é proíbido sucumbir-se à tristeza vez por outra. Ou se calhar a questão é tão somente não assumir publicamente. Podemos estar com alma aos prantos porque alguem nos partiu o coração, porque temos saudades da familia lá longe, porque o trabalho vai mal, o marido é um sacana, estamos sem dinheiro, o nosso gato morreu, há fome no mundo, uma bomba matou 3000 pessoas... mas tudo o que importa é não deixar o mundo se aparceber disso, porque de repente a tristeza é algo de que nos devemos envergonhar.
Daí que às vezes eu também me pergunto se a vida é assim tão fácil para os outros ou se eles apenas são melhores a fingir que sim.

4 comentários:

Paulino Dias disse...

Oh, Kamia, nao sei se te resferes ao meu ultimo post, mas se sim, agora erraste redondamente, sorry...rs.
Eu nao tenho qualquer problema em assumir a tristeza (veja alguns dos posts anteriores e podes acompanhar o meu "mapa emocional":-))) Eh que realmente nao ha qualquer tristeza em mim nesses dias, caramba! Pelo contrario... Se nos encontrarmos por ai, vais entender porque.

Um abracao,
Paulino

Eileen disse...

Bem pensado e bem dito, Kamia. Também já me vieram com essa de estarem "cansados". Beijos.

Chissana Magalhães disse...

Oi, Paulino. Sim o teu post foi o que me lembrou desse assunto. Mas como eu disse, não foi o primeiro do tipo que eu vi e também sublinhei que de facto pode ser que a pessoa (nesse caso tu) não estivesse realmente triste.
Assim falei de modo generalizado e não sobre ti, que aliás sei que deves andar bem feliz já que estás a montar a tua própria empresa. By the way, parabéns e boa sorte.

Thanks Eileen. Este fim de semana vou ver se resolvo aquele assunto.

Bom fds a todos e quem espreitar aqui e que esteja na cidade da Praia, faça o favor de ir hoje á manifestação!

Anónimo disse...

" o sofrimento so e´dado aos homens de coraçao puro e de inteligencia elevada"in "O crime e castigo" de Dostoievski, tristeza-sofrimento......nao sei se concordo com a frase mas talvez...))