quinta-feira, 14 de setembro de 2006

Imaginarium


Faz de conta que eu moro nesta casa. Faz de conta que esta janela e esta vista são minhas. É uma casa simples, simplesmente à beira-mar. É uma casa branca, de portas e janelas azuis.
Faz de conta que todos os dias acordo cedo e vou até esta janela ver como nasceu o dia. Faz de conta que abro a janela e respiro fundo o cheiro do mar que o vento me trás. Faz de conta que sorrio ao sol. Faz de conta que bebo à janela o meu café numa caneca com desenhos coloridos. Faz de conta que há até um friozinho bom que me faz abraçar-me a mim mesma.
Há uma mesa perto desta janela. E eu nela me sento a escrever. Faz de conta que ainda não inventaram computadores e que eu, qual personagem de romance ou de cinema, uso uma máquina de escrever e que esta tem um defeito qualquer numa das letras. Faz de conta que há um gira-discos que toca Billie Holiday e Frank Sinatra, Cesária e Ildo Lobo, Tom Jobim e Nana Caymmi.
Faz de conta que há uma cozinha antiga com utensílios modernos. Faz de conta que há um livro de receitas aberto na mesa quadrada. Cozinho no forno uma garoupa e tenho um vinho branco, seco e encorpado, para acompanhar.
Faz de conta que há um homem que chega e que trás flores frescas. Há um beijo junto a esta janela. Há uma cama de ferro onde fazemos amor. Há palavras sussurradas e amor é uma delas.
Faz de conta que saímos para a tarde que se despede. Faz de conta que caminhamos de mãos dadas em silêncio. Há um caminho de pedra até ao farol. Há gaivotas e albatrozes que gritam uns aos outros recados que não percebemos. Há o mar que namora as rochas. Há o farol que tudo vê e só fala aos barcos que passam.
Faz de conta que há um momento perfeito que se cristaliza no tempo e nunca mais tem fim.

Faz de conta que tudo isso não é um faz de conta.

4 comentários:

Manuel Jorge Marmelo disse...

Belo texto, Kamia! Parabéns.

Anónimo disse...

Também gostei muito! :)

Kamia aka Chissana Magalhães disse...

Muito obrigada.
Escrevi-o ontem. Olhei para a imagem e aquelas palavras saíram-me em catadupa.

Eileen disse...

Ya, el ta very nice mesmo... Parabéns. Ainda à espera do nosso intercâmbio "contal"...